Os Bugs do Delphi Tokio e a Hiprocrisia dos Pirateiros

Tempo de leitura: 4 minutos

Olá, não sei se você notou, mas eu não fiz nenhum grande post ou movimento sobre o lançamento do Delphi Tokio. Tem um motivo. Os diversos problemas que essa versão apresentou logo nos primeiros testes.

Do que eu vi de gente reclamar não estava no gibi. Desse público reclamão temos 2 grupos: um primeiro grupo de pessoas que usam Delphi Tokio pirata, que vivem de grupo em grupo reclamando do preço. Que ganham dinheiro com a cópia pirata e tem a cara de pau de reclamar dos bugs kkkkkk. Sim cara de pau, pois o software que esse grupo faz com a versão pirata é vendido e não dado de graça. Para  as pessoas desse grupo que migraram e tiveram problemas eu digo: BEM FEITO KKKKKK

Não por que usam Delphi Tokio pirata, mas porque não planejam a mudanças dos seus produtos. Tenho clientes que planejam por 2, 3 até 4 anos uma migração pois é coisa séria. Empresa séria faz isso. Fundo de quintal não.

O outro grupo são de empresa e pessoas com cópias licenciadas, que sabem o valor que a ferramenta entrega e que investem sem medo pois sabem que o retorno é certo. Mas sabe um coisa curiosa: 

Esses quase não reclamam dos bugs. Eu tenho uma leve suspeita. Essas empresas que planejam suas migrações não saem iguais uns loucos migrando para a nova versão logo que foi lançada. Elas planejam, muita ainda estão no Delphi Seattle, ou Berlin. Algumas no XE7. Por este motivo elas sequer chegam a ter problemas em produção com esses BUGs. 

 

Delphi Tokio com BUGS, o que fazer?

Eu tenho certeza que 80% das pessoas que vão ler esses posts vão me dar porrada quando passarem pelo parágrafo que falo do Delphi pirata. Porém para você que faz parte dos 20% que chegou até aqui quero acrescentar algo mais.

Sim, o Delphi Tokio foi lançado cheio de bugs e isso é uma vergonha, um produto tem que passar ao menos por testes mínimos para ser colocado em produção. Sim, a ferramenta não tem um valor pequeno (embora eu ache barato pelo que entrega) então um processo de qualidade a altura deveria existir. Isso tudo é fato.

Agora você que está lendo esse texto é um bípede (como diz o Landerson) dotado de inteligência (assim espero). Então o que dizer que argumentos daquela pessoa que usa o Delphi pirata há 10, 15 anos e que diz que não compra a licença por causa dos bugs que saem em toda a versão? Que adjetivo você daria para uma pessoa assim? Mas afinal estamos no Brasil.

O país onde sonegadores de impostos cobram mais investimento do governo. Que motorista qua param o carro em vaga de deficiente acham um absurdo quando demoram a ser atendido em um restaurante. Um país com uma população que gosta apenas dos direitos e esquece dos deveres.

Em tempo

Não estou aqui defendendo o lançamento de produtos de má qualidade, claro que não. Eu e muitos dos meus pares somos os que mais reclamam internamente sobre isso pois nossos clientes. Que investem em licenças quando mostramos o valor agregado nos questionam sobre tudo isso e a insegurança de migrar. São esses clientes que nos façam dar a cara tapa internamente em prol de uma solução para um problema crônico.

Estou aqui apenas para dizer para você que é um empresário e profissional sério. Que se esforçou para comprar sua licença original do Delphi Tokio (sim, tenho clientes que pegaram empréstimo e outro que vendeu o carro), que o Update 1 com as correções dos problemas relatados no QC foi lançado.

Para você que usa Delphi Tokio pirata. Que paga de moralistas. Que reclama do preço da ferramenta, dos bugs, etc. Tenho uma dica para você: Java, PHP entre outras linguagens são free. Tem Lazarus também. Seja, feliz e mais do que isso, honesto com você mesmo!

Para finalizar, se você acha que meu texto é para dizer que só quem compra licença tem direito de reclamar. Saiba que você acertou. Se você usa Delphi Tokio pirata, faça um favor para você mesmo e para os outros: fica quietinho.

Beijo no coração de todos, dos que usam Delphi original e dos que usam Delphi pirata também.

P.S: Não vou posta o link para o update 1 do Tokio, foi você que tem licença recebeu um email da Embarcadero.

  • Luiz

    Também temos o Delphi licenciado. Migramos nossa aplicação do Delphi 7 para o Delphi Seattle. Apesar de ter o Tokyo Update 1 instalado, não vamos migrar.

  • Rodrigo Nepomuceno

    É verdade isso, a maioria das pessoas reclama mas não investe na licença do produto (o que pra mim seria um ponto a favor da melhoria, mais investimento mais qualidade, pelo menos é o que eu acho né hehehe)… Compramos 1 licença do Tokyo e estamos migrando alguns componentes, e esperando alguns que ainda não saíram para o Tokyo. Mas tudo com muita calma, sem pressa. Assim que tudo tiver OK, compraremos as outras. Mas como você disse, não é o valor que custa a ferramente, mas sim o valor que ela te trás de volta….