Mercado de aplicativos e smartphones e as suas estatísticas

Tempo de leitura: 4 minutos

Que o smartphone tem sido a estrela do mercado de eletrônicos de consumo não é novidade para ninguém. O mercado de aplicativos e smartphones e o número de usuários de dispositivos móveis já ultrapassou o número de usuários de computadores pessoais, os Desktops, e cada vez mais é o desenvolvimento de aplicativos de celular que tem dado o tom das inovações tecnológicas e de serviços.

O mercado tem muitos parâmetros para se medir e alguns deles apontam as principais tendências que os desenvolvedores têm de seguir e ficar atentos para que não percam as novas ondas de desenvolvimento e de consumo.

Na esteira do crescimento assombroso do smartphone no Brasil e no mundo, o mercado de aplicativos tem se tornado cada vez mais importante. O número total de apps disponíveis na Google Play Store já ultrapassou os três milhões de aplicações únicas e o número só tende a crescer mais ainda.

Nesse post você vai conhecer algumas das principais estatísticas do mercado de apps que você precisa saber para entender a importância atual do desenvolvimento mobile.

5 estatísticas fundamentais do mercado de aplicativos e smartphones

Algumas estatísticas atestam o rápido e sustentado crescimento do smartphone e também a grande importância do mercado de aplicativos móveis, que cada vez mais têm se tornado um aspecto importante da vida cotidiana das pessoas. Você vai conhecer agora cinco estatísticas simples que mostram esse crescimento e tendência do mercado de equipamentos móveis.

1 – Número de usuários de smartphones no Brasil alcançou 168 milhões no Brasil em 2016

Os dados são da 27ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP). Em 2015 eram 152 milhões, o que resulta em um crescimento de 9% entre 2015 e 2016.

2 – Número de aplicativos na Google Play Store aumentou mais de 30 vezes desde 2009

O número de aplicativos na loja do Google era de menos de 100 mil em 2009. Em março de 2017 o número alcançou o patamar de 3 milhões de aplicativos únicos. E isso apenas na loja do Google!

3 – Número de usuários de smartphone no mundo ultrapassou os dois bilhões em 2016

2016 foi o ano em que o número de pessoas que levam um smartphone no bolso ultrapassou a marca de dois bilhões. Até 2020 espera-se que o número se aproxime da marca de três bilhões de usuários. Os dados são da Statista.

4 – 2014 foi o ano em que o número de usuários de smartphones ultrapassou o número de usuários de Desktops

Em 2014, pela primeira vez na história do mercado de eletrônicos, o número total de usuários de smartphones ultrapassou o número de usuários de computadores pessoais, os chamados desktops. O fato marcou uma mudança de paradigma no mercado de eletrônicos e é a constatação de que o desenvolvimento mobile será fundamental por muitos anos à frente.

5 – 36% de todo o tráfego de internet no Brasil em 2016 foi via smartphones

Os smartphones foram responsáveis em 2016 por 36% de todo o tráfego consumido de internet no Brasil. O estudo foi feito pela Adobe Digital Insights (ADI), e constatou um aumento de 45% em relação a 2015. Até 2017, a ADI prevê que 45% de todo o tráfego de internet se dará por acessos feitos via smartphones.

Com essas cinco estatísticas você pode entender melhor como o desenvolvimento mobile e o crescimento no uso do smartphone tem atingido patamares cada vez maiores. Essa tendência tem ditado o tom do crescimento do mercado de dispositivos móveis e implicado em uma grande demanda por novos aplicativos e ideias para serem aplicadas nos smartphones. Se você ainda tinha alguma dúvida de que o desenvolvimento mobile tem e terá um papel essencial no mercado, esperamos que os dados tenham feito você mudar de ideia. Não lute contra a tendência do mercado, se adiante e esteja atento ao mundo mobile e preparado para velejar por ele da melhor forma possível.

Faz sentido isso para você? Deixe aqui nos comentários em que ponto você está no mundo do desenvolvimento mobile. Quais são duas dificuldades, dores e medos? Eu farei questão de responder cada um deles.

  • Schmidt

    Boa tarde Rodrigo, qual a data de publicação desse material, para eu referencia-lo em um trabalho…